Tipos De Drogas

Tipos De Drogas
foto de: www.tiposdedrogas.org

cocaína

cocaína
5 buchas de cocaína.

maconha

maconha
metade de uma taca de maconha dichavada

Marcha da maconha é legalizada no brasil

Depois de muito tempo e de muita luta. Manifestantes, lutam pela legalização da maconha. Mais nesse ano de 2011 conseguiram que, o Supremo Tribunal Federal legalizasse as marchas da maconha no Brasil.
Tendo isso como um tipo de liberdade de expressão dos usuários, fazendo essas marchas, e não como uma apologia as drogas.
A Marcha da Maconha será considerada na Passeata Da Liberdade, no sábado (18/06/2011), que reunirá milhares de pessoas e cerca de 40 cidades do país.
A marcha também foi defendida por ciclistas, músicos, homossexuais (...). Vários grupos que são a favor da droga lideram as marchas, ela foi criada por causa da repressão policial no dia 21 de maio, no dia da passeata.
Foram oito ministros do STF que aceitaram a Macha Da Maconha, e o ministro Celso De Mello ainda diz: Marcha da Maconha é expressão concreta de exercício legítimo da liberdade de reunião.
Os ministros Luiz Fux, Carmen Lúcia, Ricardo Lewandowsi, ayres Britto, Ellen Gracie, Marco Aurélio e o presidente do tribunal Cezar Peluzo defenderam o assunto.
Mais, qualquer manifestação que não tiver uso de armas ou violencia sera livre. Celso de Mello também citou o grupo musical Planet Hemp que foi preso porque em sua músicas havia trechos que falavam sobre a maconha. " A atuação policial neste caso é uma intromissão brutal na produção intelectual e artística" - completou Celso De Mello.
Carmen Lúcia ainda disse que a democracia é generosa extamante porque nelá há liberdade de pensamentos.
Deborah Duprat ainda diz: O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso esteve em um programa de ampla divulgação defendendo a liberação das drogas leves (...). Esse ex-presidente está fazendo apologia ao crime?!
Lembraram também que o FHC fez o filme "Quebrando o Tabú" e isso foi descutido.
Esse assunto acabou chegando a Associação Brasileira de Estudos Sociais do Uso de Psicoativos, que citaram o uso da planta em casos médicos, para o plantio doméstico da cannabis. Celso de Melo disse que o assunto sobre a legalização da planta no momento não deveria ser discutido, mais será debatido em outras situações.
Sendo assim, depois de todo esse debate a favor da Marcha Da Maconha, virá outros debates e outras discussão sobre tais assuntos.
No momento talvez não esteja causando tanto transtorno na sociedade. Pois com a liberação apenas da Marcha, virá muitos usuários pedindo com que liberem o plantio da maconha, trazendo vários problemas talvez.
Mais como definir o que é droga e o que não é?! Como explicar o que é uma droga prejudicial a saúde e qual não é?! Assim como outros remédios em excesso fazem mal a saúde, algums drogas também fazem, assim como o alcool e o tabaco. Mais vai da sociedade julgar o que é certo e legal, e o que é errado e ilegal [nos dias de hoje].
Marina Casagrande.

Debate Sobre a Legalização Da Marcha Da Maconha

Frases bem colocadas no debate. E Bem importantes de se lembrar no dia da Marcha

Cortina De fumaça

............ Vídeo interessantíssimo sobre as drogas. O que especialistas dizem sobre a maioria das drogas, como são usadas no mundo todo e a maneira de pensar das pessoas. Detalhes muito importantes e que talvez abra a cabeça de muita gente. (enviado por: Togyssy Mozart)

o rapé

O rapé é conhecido como um fumo que se inala.
Antigamente, o rapé era como um habito comum nas grandes classes sociais. O pó do rapé era vendido em pequenas caixinhas, tanto de prata, madeira ou em papél-marchê como as caixas de fósforo.
Agora é raro de encontrar esse tipo de coisa, somente no Nordeste ou no Norte Do Brasil. Vendia-se o fumo ralado ou em pedaço inteiro para ralar-se na hora, pra ficar com maior qualidade, pra ficar com um cheiro melhor.
Seu modo de uso é o seguinte: fecha a mão na vertical, depois estica o dedão para cima, nisso forma-se um oco no meio do braço e das mãos, e neste oco coloca-se o pó. Nisso, se coloca as narinas nesse meio e cheira o pó, em seguida vem o espirro.
Tem comerciantes que vendem o fumo em pó junto com outras sementes, como o cravo da índia, canela e erva doce. Como contém nicotina, o rapé pode-se tornar mal ao organismo.
Algumas tribos indígenas costumam usar o rapé como um hábito terapêutico, e em algumas etnias também é preparado com enteógenos, como a semente de Paricá. Em tribos como os " Hunikuins" preparam com as cinzas de algum tipo de madeira queimada. Um assopra o pó e o outro cheira, em um tipo de cachimbo chamado tepí em um formato de "V". Para eles, o rapé é para esfriar o corpo. Pois trabalham muito de baixo do sol.
Mais esse tipo de ação não é somente utilizada pelos indígenas, mais tem grupos de jvens, muitos "hippies" que usam com plantas alucinógenas ou fungos queimados.
Marina Casagrande

índios

índios
"Indios Tupari que também fazem o uso ritual do angico!!"

rapé

rapé
o rapé sendo usando na forma dos indígenas, com o objeto tepí

"a nova droga", o oxi

O Oxi é uma nova droga, que foi descoberta recentemente, feita de pasta-base refinada, gasolina/querosene, e cal virgem. Ele tem o efeito bem pior do que o crack e afeta bem mais o organismo, pois tem tais substancias e 80% de cocaína na droga.
Ele tem três tipos de aparências:
a roxa- que tem alta concentração de cal virgem e gasolina/querosene;
a amarela- que tem mais gasolina;
e a branca- que tem mais cal virgem;
O efeito do oxi passa mais rápido do que o crack, sendo assim, o usuário sente mais vontade de voltar a usar a droga. Quando o cal virgem e a gasolina chegam ao pulmão, podem fazer com que queimem os órgãos e/ou levem a falência.
O oxi esta preocupande muito, mais muito mesmo os cientistas pois eles não conseguem descobrir quais são seus efeitos no organismo.
Recentemente descobriram esta droga pela região Sudeste e Centro-Oeste do Brasil. Antes era somente consumida na região Norte. O oxi é uma pedra, que pode ser comprada por dois reais.
Esse tipo de droga, que é mais barato e é mais fácil de se fazer, tem uma grande chance de crescer o consumo.
O usuário do Oxi, dentro de um ano pode prejudicar bastante cerca de um terço do seu corpo, se matando aos poucos, sendo que também, quanto mais o consumo da droga mais rápido pode morrer. Quando se usa a droga, a pessoa costuma ter diarréias e vômitos constantes, podendo também prejudicar o sistema nervoso central.
Marina Casagrande

a famosa pedra de oxi.

o crack

Nos últimos anos o crack é uma das drogas mais destruidoras que existe (exceto o Oxi, que foi descoberto recentemente), sendo, cinco vezes mais forte do que cocaína.
O crack é preparado da substancia alcaloide, que vem da planta da coca, que em seguida vira uma pasta, o sulfato de cocaína, que sendo assim fumada por cachimbos, ou em "latinhas".
Lá pelos anos 60 a cocaína era a droga mais cara, então, daí surgiu o crack, vindo da mistura de substancias como a cocaina, água e bicarbonato de sódio. E já pelos anos 80 era a droga que mais afetava as classes pobres.
O crack é o mais consumido pois é mais barato do que a cocaína, mais também é mais forte prejudicial a saúde. Atualmente, não é somente usuários sem muito poder aquisitivo que usam a droga, não! Nos ultimos anos, vemos em notícias na TV, que o crack está também envolvido nas classes mais altas, com estudantes de faculdades caras, com pessoas em grandes empresas, o crack está na mão de qualquer um. Cerca de 600.000 pessoas usufruem da droga somente no nosso país atualmente.
Para quem usasse esse tipo de droga, não deveria usar em alto consumo, pois quanto maior a quantidade, mais o nível de loucura e procura da droga a pessoa vai ter. A dopamina, que é responsável pelas sensações de prazer, euforia e excitação, quanto maior a quantidade dessa substancia no organismo, mais ele precisa-rá dela futuramente. O crack leva cerca de 3 a 10 minutos fazendo seu efeito, e demora 10 segundos para chegar ao sistema nervoso. Se o indivíduo não consumir a droga em quantidade necessaria que seu organismo pedir, ele pode chegar a fazer muitas loucuras, ele virará um escravo da droga. Também, quem geralmente trafica esse tipo de droga não a consome, pois lhe da um alto teor de loucura e não conseguiria parar.
A pessoa envolvida com esse tipo de droga, pode se encontrar na pior das hipóteses, a droga deixa a pessoa no chão. Com o tempo, o sistema imunológico da pessoa vai se destruindo e ela vai ficando mais sensível a qualquer tipo de doença, sendo assim também, se não se cuidar, pode até trazer doenças sexualmente transmitíveis (no caso de "prestações de contas" com traficante). O cérebro com o tempo pode chegar a perder seus 30% de neurônios, também destruindo seus músculos, deixando a pessoa com uma aparência meio palida e esquelética. A pessoa que usa o crack, em cerca de cinco anos pode-se levar a morte, dependendo da quantia, até antes. Também se da pra notar que o alto nível de usuários mortos por causa do crack, são também por causa dos suicídios, pois eles chegam a etrar em depressão se não conseguirem consumir a droga, e outros fatores. Da maioria que morreu por esses motivos, 60% foram assassinados, 30% morreram de overdose, e 10% de DST's.
Algumas pessoas, pra não ficarem tão acostumadas, ou não viciarem tanto na droga, costumam misturar o crack com a maconha, tendo o nome chamado pelos traficantes de: desirée, craconha, cabral ou criptonita.
Dificilmente a pessoa consegue se livrar dessa droga. Mais com muitas ajudas, de parentes, amigos, remédios, ajudas proficionais, e principalmente com sua força de vontade, ela pode se recuperar.
Marina Casagrande

Triste imagem de uma criança de rua usando crack.

filme "Quebrando o tabú"

O ex Presidente Fernando Henrique Cardoso, causa polêmica ao defender a regulamentação da maconha, junto com o médico Drauzio Varella e o escritor brasileiro Paulo Coelho.

o tabaco

O tabaco, é o nome da planta derivado da substância nicotina. É uma planta original da América do Sul. Que pela qual foi levada para a Europa pelos espanóis, que era usada pelos indigenas como um medicamento. Os espanhóis mascavam a planta. Graças ao Sir Walter Raleigh o tabaco começou a ser usado em cachimbo facilitando o seu uso. Começou então a ser popular apartir do momento em que a rainha da França fumava a planta para relaxar.
Somente no século XVIII começou a ser fumado como cigarro, porque foi levado esse tipo de costume para o resto dos continentes.
Com o tempo especialista veram que tabaco causava realmente mal a súde, assim fazendo as pessoas se viciarem na substancia e muitas vezes os levaram a morte, acabado depois certas propagandas que existiam na época (em 1960).
Também existem aqueles "fumantes passivos", que, só pelo fato de estar ao lado de um real fumante, a outra pessoa acaba inalando fumaça.
Estima-se que 16% da população hoje fumam cigarros. A nicotina afeta o sistema cardiovascular, causando infarto, também a doença DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica). Pode causar também câncer de: pulmão, laringe e boca. Pode levar a pessoa a ter impotência sexual, se a mulher estiver agrávida ela pode prejudicar o feto. A pessoa pode ter miningte e muitas outras doenças.
Quem fuma cachimbos charutos, tendem a não inalar tanto a fumaça quanto os que fumam o cigarro, "Porque o que faz mal é o papelzinho".
Componentes contidos no tabaco: alcatrão;nicotina;ácido cianidrico; monóxido de carbono; e outros que podem levar a pessoa a ter câncer.
Pesquisadores falam que fumar esse cigarro pode ajudar a previnir tais problemas como: doença de Parkinson, colite ulcerativa, sarcoma de Kaposi, também Endometriose em mulheres inferteis, menores incedencias de Mioma uterino.
Marina Casagrande.

CIgarro de tabaco

A Heroína

A heroína assim também , como outras drogas tóxicas, fazem mal a saúde. Ela vem da papoula, derivada do ópio, causa uma grande dependência. Ela foi criada após a morfina, na época da da primeira guerra mundial, era usada como xarópe para crianças. Mas com o tempo, médicos perceberam as reações estranhas das pessoas após o uso da droga, sendo assim proibida no coemço do século XX.
A heroína na maioria das vezes é injetada, pois seu efeito imediato casa um "orgasmo abdominal", também, da para inalar e fumar. Mais o efeito demora e não causa as mesmas sensações.
Depois de injetada, quando chega ao cérebro a heroína transforma-se em morfina. Sendo ela injetada, o efeito é "melhor" para os toxicodependentes,
Somente no Reino Unido a droga é legalizada, só que sob observações.
Não se sabe muito bem qual é realmente a sensação que se sente após o uso da droga. Mais como a endorfina e ensefalinas, a droga da uma sensação de conforto. Mais e o resto? Porque os usuários ficam viciados nisso? É somente pelo estado relaxante?
Sabe-se também qe da um grande sensação de prazer, relaxa os músculos,...
Quanto mais o indivíduo fica dependente da droga, mais ele fica relaixado em questões sociais.
Com o tempo o cérebro fica acostumado com certas quantias de endorfina e assim sempre precisando de mais e mais para que essa sensação não regrida.
Logo após que o indivíduo injete/inale/fume a droga da uma sensação de sonolência, ele fica fora de sí, batimentos e repiração aceleram, dando assim uma sensação de calor. No começo é uma sensação de conforto, mais pode causar cegueira, surdez e inflamação nas válvulas d coração. O dependente também pode perder o interesse nas suas tarefas do dia-a-dia. No começo o individuo tem sensação de estar no paraíso, após o efeito, a pessoa entre em um certo tipo de depressão. Ele perde a sensação de dor fisica e emocional. Da sonolência, disfusão sexual em altos graus, sensação de tranquilidade, torna-se agressivo, pupilas dilatadas, vomito, espasmos nas vias biliares, vira bipolar.
Quanto mais o individuo usa, mais ele fica viciado, mais ele necessita da droga, pois quanto o efeito passa ele não quer sentir os efeitos contrários, assim tendo que usar mais e mais vezes seguidas. O mais viciados tende a ter a diminuição da libido, vomitos, insonia e transpiração. Quem utiliza as seringas pode levar a ter uma AIDS, hepatite b e etc.
Após três dias sem o uso, a pessoa pode entrar na "ressaca", momento em que o corpo nessecita freneticamente da droga. Fazendo com que o individuo use mais e mais doses de heroína. Se não usufruí-la, ele pode ter um taquicardiaco e ter varios problemas.
A heroína não é facil de largar, por isso também, existem MUITOS casos de overdoses.
Marina Casagrande.

A Cocaína

A cocaína é uma droga que hoje em dia é a que mais prejudica as pessoas hoje em dia. Com seu efeito anestésico( que é o que muitos procuram), leva a dependência que pode causar outros efeitos indesejados, a pessoa pode levar a ter uma hipertensão arterial e distúrbios psiquiátricos.
A cocaína é produzida com alguns dos seguintes solventes: álcalis, ácido súlfurico, querosene e outros.
Ela é um alclóide, usado como droga, derivado da coca.
Lá pelo século XVIII a droga era considerada com um remédio, tanto que o Dr. Carl Koller (oftalmologista) usava a folha de coca para colocar no olho dos seus paciente antes de serem operados. Mais com o tempo, em 1885 tinha uma propaganda que dizia assim: " substituir a comida; tornar os covardes corajosos, os silenciosos eloquentes e os sofredores insensiveis a dor" ( companhia americana Park Davis), que vendiam cocaína em cigarros, pó ou injetáveis.
Com o tempo especialistas foram descobrindo como que causava realmente o efeito da cocaína nas pessoas, sendo assim, proibiram o uso da droga no mundo constantemente.
O uso da droga faz com que as pessoas fiquem mais dependentes cada vez mais, depois de muito tempo, quem usava 1 grama, após um determinado tempo essa quantia não fará mais efeito, sendo assim sempre usando mais e mais, o que poderá também levar a pessoa a uma overdose.
Com uma certa quantia de coca em alguns produtos, países legalizam-os. Assim como alguns refrigerantes e os xarópes.
A produção da cocaína é a mesma de antigamente, que é usada da mesma forma pelos produtores da droga.
1kg de pasta-base, varia em cerca de 600 a 750g de folha de coca, gasolina, ácido sulfúrico,...
A cocaína é um pó branco e meio cristalizado. Pode-se inalar, o que pode causar nacrose (destruição do tecido nasál), e também pode-se injetar, o que é mais perigoso porque pode infeccionar , e também leva a ter alucinações.
A cocaína depois de muito uso, pode ser encontrada também no cabelo.
O seu efeito pode durar de 30 a 40 minutos, causa euforia, sensações de poder, ausência de medo, ansiedade, agressividade, excitação física, mental e sexual, anorexia, insônia, delírios. Também os efeitos no organismo tem a taquicardia, batimentos acelerados, hipertensão arterial, vontade de urinar, tremores, pupilas dilatadas, dentes anestesiados, saliva e suor intenso com textura grossa.
Com altas doses a pessoa pode ter uma overdose.
A pessoa com o tempo, com o uso abusivo da droga pode ter perda de memória, perda de concentração, perda de capacidade analítica, dores toráxicas, distruição do nariz, dor de cabeça, desmaios, ...
Somente na Bolíva, Colômbia e Peru são legalizadas as plantações de folha de coca, e não a refinação. No resto do mundoé ilegal.
Marina Casagrande.

COCA-Cola

O Ecstasy

O Ecstasy é uma droga alucinógena, criada em laboratório, psicoativa que tem cerca de 3,4 de metilenodioximetanfetamina. Foi criada por Merck em 1914. Pode ser encontrada em qualquer tipo de produto, assim como Comprimidos, pastilhas, cápsulas, barras ou pó. Pode ser inalado, injetado ou tomando.

Seus efeitos podem ser parecidos com o da cannábis, mais seu uso pode ocorrer de cinqüenta a setenta minutos após tomado, injetado ou inalado. Seu efeito dura cerca de duas horas. Pode dar taquicardia, vontade de urinar, pupilas dilatadas, aumento da pressão sanguínea, muitos reflexos, dores no corpo, e etc. Tem tais efeitos que fazem as pessoas delirarem, perderem a noção do tempo, ter mais sensualidade, mais euforia, e etc.

Caso tenham pessoas que usufruam da droga diariamente, pode ocorrer lesões celulares, a pessoa pode começar a ter ataques de pânico, depressão,...

Com o auto consumo também pode haver quatro tipos de toxidade: a hipertermia, neurotoxicidade, cardiotoxicidade e hepatoxicidade.

Assim como qualquer outro tipo de anfetamina, o ecstasy foi proibido de vender, porque há mais casos prejudiciais do que beneficentes.

Marina Casagrande.

A Maconha

        A maconha também conhecida como: marijuana, cannábis, ganja, suruma, e outros nomes, dependendo da região em que a usam, é uma planta considerada alucinógena. O efeito que a planta causa nas pessoas é diferenciado. Seus efeitos podem danificar sua saúde física e mental, não é recomendado usufruir esse tipo de droga. Dependendo do organismo do consumidor o nível de THC da planta pode fazer com que a pessoa tenha vários tipos de reação. Um dos efeitos causados são os olhos baixos e avermelhados, boca seca, taquicardia (batimentos podem subir de 60-80 para 120-140), delírios, e muita fome. 

           As pessoas que fumam esse tipo de droga tem alta tendência a ter câncer de pulmão devido ao alto nível de alcatrão encontrado na droga.

          Dependendo da droga, muitas vezes ela pode afetar seus neurônios. No começo começam os delírios o bem estar a sensação de relaxamento. Mais com o tempo isso pode prejudicar, perdendo a noção do tempo e tirando muitas vezes a atenção.

            Em 1735, Carl lineu deu o nome da Maconha de Cannabis Sativa(por ser cultivada pelos arredores da Jamáica), também uma outra espécie de Maconha, conhecida com Cannabis Indica. Nela encontrou uma alta concentração de THC. Existe a planta macho e a planta fêmea da maconha, mais a que tem grande concentração da substancia é a planta fêmea.

          Curiosidade: Antigamente usavam o cânhamo na produção de tecidos. Assim Cristovão Colombo quando veio ao Brasil trouxe com ele a planta para que se houvesse alguma reparação nas velas de seus barcos. Mais depois com o tempo as pessoas mais pobres descobriram seu efeito e assim começaram a consumir. Começando a preocupar a sociedade.


                                                                    Marina Casagrande.

Trabalho de História

Nesse blog você irá ver várias coisas interessantes. Com a ajuda da minha professora de história e colagas de classe, montei esta página para informar qualquer assunto relacionado as drogas. QO que lhe interessar, e, se tiver alguma dúvida é só deixar um comentário para que possamos lhe ajudar. Muito Obrigada e aproveite! Grata, Marina Casagrande.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Depoimento de adolescentes: Henrique Perin


Drogas o que fazer?

   As drogas e o álcool são coisas que podem acabar com uma família por causa do vicio, os usuários roubam de sua própria casa coisas para vender e comprar drogas e bebidas alcoólicas além de não conseguirem se controlar, eles até batem em seus familiares e pessoas importantes. Claro que com a legalização das drogas, irá acontecer um grande aumento de pessoas mortas por causa de que devem dinheiro para traficantes, além de causar muitas de doenças para esse usuário então, é por isso que as drogas não devem ser legalizadas, para que não haja esses problemas. O álcool e o cigarro também precisam ser vistos de uma maneira mais cautelosa, por ser uma coisa que vicia e traz doenças para quem usa.
   Mas, para nós melhorarmos essa situação devemos estabelecer um plano, onde a polícia e a população ajudem a combater esses vícios. A polícia devia cuidar das pessoas que usam drogas e moram na rua, e a população que cuidem de seus filhos para que não comecem a usar drogas e nem beber bebidas alcoólicas. Para que isso não aconteça, os pais ou responsáveis devem pagar de alguma forma para que sirva de lição para eles e para seus filhos, mostrando que eles devem ser mais responsáveis e que os usuários não façam mais isso.

Henrique Perin (Curitiba/PR)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário